terça-feira, 13 de novembro de 2018

CEC manifesta-se junto ao Gabinete de Transição do Governo Federal, para manutenção do MinC

Durante reunião ordinária do Conselho Estadual de Cultura, realizada no dia 06.11.18, foi aprovado em plenária o envio de uma correspondência para o Gabinete de Transição do Governo Federal. Nesta, o CEC manifesta sua compreensão quando a importância de manter e ampliar os diversos programas realizados pelas secretarias e demais estruturas vinculadas ao Ministério.
Abaixo segue o documento completo: Ofício 178-18 – Apoio ao Ministério da Cultura










Fonte: http://conselho.cultura.sc/cec-manifesta-se-ao-gabinete-de-transicao-do-governo-federal-para-manutencao-do-minc/


Colaboração: Andressa Gomes Flor
Secretária APRODANÇA




quarta-feira, 7 de novembro de 2018

SOL lança Portaria para Eleição dos Conselheiros Estaduais de Cultura



A Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte - SOL, como responsável pela organização da eleição dos representantes da sociedade civil do Conselho Estadual de Cultura, lançou nesta terça-feira, 06, a Portaria Nº 104 que estabelece os critérios para eleição dos indicados pela sociedade civil dos conselheiros estaduais de cultura por meio de fóruns, contemplando as diversas áreas artístico-culturais e observando o critério territorial. Segundo o Secretário Tuffi Michreff Neto, esta é a forma mais democrática e transparente de dar assento aos novos conselheiros estaduais de cultura - que tomarão posse no dia 07 de junho de 2019. 
Para Conselheiro Estadual de Cultura, Eugênio Lacerda, o processo eletivo é um grande avanço na democratização que indica os conselheiros por meio de fóruns. 
A portaria estabelece normas e critérios para o processo eletivo dos 10 membros titulares, com igual número de suplentes, do Conselho Estadual de Cultura – CEC, oriundos da sociedade civil do Estado de Santa Catarina
O processo eletivo ocorrerá de forma democrática e sob a condução da SOL, Fundação Catarinense de Cultura – FCC e Conselho Estadual de Cultura – CEC, que convocarão a realização de fóruns municipais, regionais e estadual.
A Comissão Organizadora Eleitoral– COE será composta por: três representantes da SOL, e seus respectivos suplentes, indicados pelo Secretário da SOL; dois representantes do CEC, e seus respectivos suplentes, indicados pelo Presidente do CEC; dois representantes da Fundação Catarinense de Cultura – FCC, e seus respectivos suplentes, indicados pelo Presidente da FCC.
Para participar do processo eletivo serão observadas as seguintes condições: idade mínima de 18 anos; cadastramento na plataforma MAPA CULTURAL SC, http://mapacultural.sc.gov.br/, através do link: http://mapas.cultura.gov.br/oportunidade/1061/.
Para os representantes eleitos nas etapa regional do processo eletivo deverão ser residentes no Estado de Santa Catarina há pelo menos dois anos; não ser detentor de cargo comissionado e função gratificada na administração pública federal, estadual, distrital ou municipal.
O cadastro geral dos participantes do processo eletivo será disponibilizado no blog do Conselho Estadual de Cultura, acessível no endereço: http://conselho.cultura.sc/

Fonte: http://www.sol.sc.gov.br/index.php/noticias/4246-sol-lanca-portaria-para-eleicao-dos-conselheiros-estaduais-de-cultura

segunda-feira, 5 de novembro de 2018

REGIMENTO DE ELEIÇÃO DA DIRETORIA APRODANÇA - GESTÃO 2019/2021


REGIMENTO DE ELEIÇÃO DA DIRETORIA DA APRODANÇA
GESTÃO 2019/2021

A Associação Profissional de Dança do Estado de Santa Catarina, conforme denominada em seu Artigo 1º do Estatuto, constituída em 14 de setembro de 1985, no uso de suas atribuições legais, deixa público e convoca os membros efetivos aptos para inscrição de chapas que concorrerão às eleições da nova Diretoria da APRODANÇA, para exercer suas atribuições no período de 17/03/2019 a 16/03/2021. Conforme previsto no Art. 22 a Diretoria será constituída por: Presidente, Vice presidente, um secretário e um tesoureiro. Parágrafo Único: O mandado da Diretoria será de dois anos, sendo possível sua reeleição.

O Regimento de Eleição foi deliberado na reunião ordinária realizada no dia 04 de novembro de 2018, em Garopaba/SC, determina o seguinte:

Art. 1º - A eleição dar-se-á por votação ou por aclamação a ser realizada no município de Criciúma, no dia 16 de março de 2019, com início às 14h, findando às 16h, impreterivelmente.

Art. 2º - Poderão votar os associados ativos quites com suas obrigações sociais, pecuniárias ou não, segundo Artigo 8º do Estatuto: Tomar parte, votar e ser votado nas Assembleias Gerais.

Art. 3ª - A votação se destina a eleger chapa completa mínima conforme o Artigo 22 do Estatuto Social da APRODANÇA, a saber:

·         Presidente;
·         Vice-Presidente;
·         Secretário;
·         Tesoureiro.  

Art. 4º - As inscrições das chapas deverão ser encaminhadas até o dia 02 de Março de 2019, pelo e-mail institucional: aprodanca@gmail.com, mediante solicitação e com a apresentação dos documentos exigidos para o pleito, a saber: número de identidade, CPF e comprovante de residência no Estado de Santa Catarina.

Garopaba, 04 de novembro de 2018.

.................

Segue para conhecimento o Estatuto da APRODANÇA














Colaboração: Maxwell Sandeer Flor - Presidente APRODANÇA



quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Reunião APRODANÇA

Associação de Profissionais de Dança de Santa Catarina - APRODANÇA, convida todos os associados, coletivos, grupos e artistas da Dança do Estado de Santa Catarina, para participarem da Reunião da Aprodança, que acontecerá durante a programação do XIII Garopaba em Dança, no dia 04 de novembro de 2018 (Domingo), às 15h, no Ginásio Municipal de Garopaba/SC.

Pautas:

 - Aprovação do Regimento de Eleição da Aprodança;

- Definição de data e Local para Eleição da Aprodança; 

- Fortalecimento das Setoriais de Dança em SC.




Informações por e-mail: aprodanca@gmail.com


Colaboração: Andressa Gomes Flor
Secretária APRODANÇA

quarta-feira, 24 de outubro de 2018

Projeto Corpo Tempo e Movimento

O Projeto Corpo, Tempo e Movimento esteve em circulação por Criciúma/SC, durante a programação do 19º Unesc em Dança, que aconteceu de 18 a 20 de outubro, no Teatro Municipal Elias Angeloni. Na ocasião, foram realizadas Oficina de Dança e Improvisação e em seguida Exibição do Vídeo-arte Coral da Ponta + Conversas sobre composição em dança, com  a presença de Bia Mattar (Bailarina, professora e coreógrafa), de Balneário Camboriú/SC.






O que é o Projeto?
No ano de 2014 o desejo de criar dança a partir das relações entre corpo e cidade aproximou duas gerações de artistas da dança. O Projeto Corpo, Tempo e Movimento reúne Sandra Meyer, Milene Duenha, Paloma Bianchi e Diana Gilardenghi, em um trabalho que deseja dar a ver poeticamente as tensões e fricções sociais, políticas e culturais da história pregressa e atual das cidades. Nesses quatro anos de existência o grupo desenvolveu um modo específico de atuação que é direcionado pelos afetos emergentes no encontro, seja com o espaço, seja com o público. O Projeto foi lançado na cidade de Florianópolis via Edital Elisabete Anderle/2014 tendo como resultado seis diferentes ações de dança realizadas em espaços públicos e em locais de circulação de arte como galerias e teatros. Atualmente realiza uma circulação estadual, contemplado pelo Edital Elisabete Anderle/2017.

Diana Gilardenghi – Florianópolis/SC 

Professora, bailarina e coreógrafa. Atua profissionalmente desde 1978. Integrou os grupos Duggandanza, Plastercaster, Potlach e Ronda. Em 2000 foi contemplada pelo programa Rumos do Itaú Cultural com o trabalho Crosta. Recebeu o Prêmio Klauss Vianna 2008 para a realização de Um Duplo e Klauss Vianna 2011 para o espetáculo Em Constante. Tem extensa atuação como docente, ministrando cursos em escolas, centros de cultura, academias e eventos. Atualmente leciona Dança Contemporânea em Florianópolis e integra o coletivo de pesquisa e criação Mapas e Hipertextos.

Milene Duenha – Florianópolis/SC


É bailarina, atriz, performer, possui graduação em Artes Cênicas pela Universidade Estadual de Londrina/PR e pós-graduação em Artes visuais / Arte - educação pela mesma universidade. É mestre em Teatro pela Universidade do Estado de Santa Catarina, e atualmente realiza uma pesquisa de doutorado nesse mesmo programa de pós-graduação em Teatro. Pesquisa noções de presença em relação na experiência artística, e tem como objeto de investigação possibilidades com-positivas em arte com foco na presença do artista e suas implicações ético/estéticas. Interessa-se por questões ligadas ao corpo e seus modos de estar/fazer como potência de afeto. Atua na intersecção entre as linguagens da dança, da performance e do teatro, desenvolvendo uma pesquisa artística no Coletivo Mapas e Hipertextos de Florianópolis-SC desde 2012. É arte-educadora desde 1998 e docente do curso de dança da UNESPAR desde 2018.
Fonte: http://www.unesc.net/portal/unesc-em-danca-2018/projeto-floripa?

Colaboração: Andressa Gomes Flor
Secretária APRODANÇA

terça-feira, 23 de outubro de 2018

Nota de pesar pelo falecimento de Neiva Ortega

A Associação Profissional de Dança de Santa Catarina (APRODANÇA), com imenso pesar, informa o falecimento de Neiva Ortega, ocorrida na tarde de segunda-feira, dia 22 de outubro de 2018. 


"A família, os amigos, a diretoria da instituição Arte Movimenta, os bailarinos da Companhia de Dança Lápis de Seda, a comissão organizadora do Festival Internacional de Dança Contemporânea – Múltipla Dança e a Fundação Catarinense de Cultura comunicam, com pesar, a morte de Neiva Ortega, ocorrida na tarde desta segunda-feira, dia 22 de outubro, em decorrência de um aneurisma cerebral.

Gestora Organizacional em Assuntos Culturais – Culturas Populares, ela deixa um legado de serviços prestados no campo da cultura de Santa Catarina, atuando especialmente no universo da música (bandas) e da dança. Pela Arte Movimenta, atualmente coordenava a Companhia de Dança Lápis de Seda e fazia a produção do Festival Internacional de Dança Contemporânea – Múltipla Dança.
 
Nascida em agosto de 1951, definia-se como “manézinha de coração, paulista do interior, de São José do Rio Preto (SP), filha de pais espanhóis, com dez irmãos, e dois filhos – Ricardo Augusto e Marcelo Henrique Ortega Higa, todos com vivências com a arte e cultura”.

O velório e o funeral serão realizados em São José do Rio Preto. Amigos e instituições nas quais ela estava envolvida pretendem realizar brevemente, em Florianópolis, um cerimonial de despedida em data e local ainda sem definição". Cristiano Prim/Divulgação


Cristiano Prim/Foto
Deixamos os nossos mais sinceros sentimentos aos familiares e amigos da caminhada.
Associação Profissional de Dança de Santa Catarina - APRODANÇA



segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Consulta Pública - Medalha do Mérito Cultural Cruz e Sousa

Entre os dias 24 de setembro e 31 de outubro de 2018, o Conselho Estadual de Cultura realiza consulta pública para Comenda do Mérito Cultural Cruz e Sousa. A consulta está prevista no Decreto nº 994/2016 (altera o decreto nº 4.892/1994), que cria a Medalha do Mérito Cultural Cruz e Sousa.

Poderá ser indicada pessoa física ou jurídica, que tenha contribuído de modo eficaz para o enriquecimento ou defesa do patrimônio histórico, artístico e cultural do Estado.

Todas as sugestões serão analisadas pelo CEC, que deverá indicar no máximo oito personalidades que receberão a comenda, dentre estas poderá constar um agraciado in memoriam e uma pessoa jurídica.

A data de entrega da honraria está prevista para o dia 24 de novembro de 2018, data de aniversário do patrono,  no Palácio Cruz e Sousa.

Acesse o formulário para sugestões: 
https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSc-R05zX11dN0JpPu8MLQMEDZYqORe_GkW0kI4z6_o44oANmA/viewform





Associação Profissional de Dança de Santa Catarina - APRODANÇA, sugere a nomeação de Marco Aurélio da Cruz Souza, para a área da Dança. Sua atuação profissional contribui de modo significativo para o desenvolvimento, a difusão e popularização da dança catarinense, especialmente, com a produção de oportunidades e ações formativas que movimentam a dança nas cidades de Blumenau, Gaspar, Itajaí, Indaial, Pomerode, Brusque, Luiz Alves e arredores.

Responsável pela proposta de criação e implantação do primeiro curso de graduação em dança no estado de Santa Catarina. Coordenador e professor do curso de Licenciatura em Dança da FURB – Universidade Regional de Blumenau. Coordenador dos grupos de dança (danças urbanas, de salão, populares e contemporâneas) da FURB.

Conquistou inúmeros prêmios e títulos como coreógrafo do Grupo de Danças Alemãs da FURB, participando de eventos e festivais nacionais e internacionais. Seu trabalho vem ampliando o alcance territorial e potencial criativo das danças catarinenses, para além das reconhecidas realizações localizadas nas cidades de Florianópolis e Joinville. Pesquisa cultura popular e processos de criação, é doutorando em Dança pela Universidade de Lisboa/Portugal e Mestre em Performance Artística – Dança, pela mesma instituição. Organizou livros na área como Processos de composição de grupos de danças populares do Brasil: resistência e aceitação (2017); As danças populares no Brasil na contemporaneidade (2016); Impressões corporais e textuais: pesquisa em dança (2013) e Olhares sobre a dança na contemporaneidade (2015). É membro diretivo da ANDA - Associação Nacional dos Pesquisadores em Dança.


Para mais informações, acesse: 
http://conselho.cultura.sc/consulta-publica-merito-cultural-cruz-e-sousa/


Colaboração: Andressa Gomes Flor
Secretária APRODANÇA